quinta-feira, 5 de agosto de 2021

Policial acusado injustamente por lesão corporal prova inocência e recebe indenização por danos morais

Advogados da entidade trabalharam na defesa de um Policial Militar associado que procurou o departamento Jurídico da Associação dos Militares Estaduais de Mato Grosso Do Sul (AME-MS) após ter sido notificado pela corregedoria que estava sendo investigado por suposta lesão corporal a uma pessoa.

Diante da situação, o Departamento Jurídico da entidade, iniciou uma defesa técnica, com cruzamento de dados, inclusive, administrativo, que demonstraram de forma indubitável, que a denúncia contra o associado era infundada.

Com a firme argumentação e provas técnicas, os advogados de defesa provaram que o militar, no momento da agressão, mesmo dia e horário, estava atendendo uma ocorrência em um outro local, ou seja, conseguiram provar que a denúncia era improcedente e inconsistente, pois não havia como o referido policial estar nos dois locais ao mesmo tempo.

Após a constatação de que não houve crime, os advogados entraram com uma ação de indenização por danos morais, em virtude da acusação inverídica. “Ao final do processo, o policial acusado, injustamente, ganhou a indenização por danos morais no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) ”, explicou o um dos advogados de defesa, Dr. Matheus Machado Lacerda da Silva.

O Departamento Jurídico da entidade trabalha incansavelmente em diversas ações coletivas e individuais em defesa dos interesses dos associados e, devido ao empenho da excelente equipe de advogados, têm conquistado diversas vitórias judiciais.

De acordo com o presidente da AME-MS, Thiago Mônaco Marques, devido a um ranço ideológico descolado da realidade e clichês direcionados aos Policiais, as pessoas fazem uma defesa cega dos "oprimidos pelo sistema" e questionam quem está arriscando a vida para defendê-los e, muitas vezes, fazem defesas infundadas.




“Todos os dias, policiais saem de casa para encarar a criminalidade e proteger a sociedade. Não é uma missão fácil, sobretudo quando as condições não são as ideais. Mesmo assim, temos feito um grande trabalho. Infelizmente, a sociedade ainda não tem essa consciência e, é muito fácil denunciar, prejudicar um policial. Por isso, é muito importante ter uma associação forte e um departamento jurídico estruturado para defender os direitos dos associados”, pontuou.

Mônaco afirma ainda que eventuais excessos e desvios devem ser investigados. “A polícia também está sujeita a cometer erros e ter, em seus quartéis, pessoas mal-intencionadas. Mas essa não é a regra. Enfraquecer os policiais significa fortalecer os criminosos. Por isso, a AME-MS está aqui para defender os militares. Que eles sejam sempre reconhecidos não só em suas ações de bravura. É com esses homens e mulheres que podemos contar quando mais precisamos”, finalizou.

Nenhum comentário: