quinta-feira, 29 de julho de 2021

Foragido da prisão de Rio Brilhante foi recapturado pela Polícia Militar em Ponta Porã




No início da tarde desta quinta-feira (29/07), Policiais Militares do 4º Batalhão de Ponta Porã realizavam fiscalização de trânsito urbano pelas imediações do bairro Aquidaban, quando efetuaram a abordagem de um indivíduo que estava com seu caminhão estacionado.

Durante a checagem de sua documentação pessoal, os policiais constataram que o indivíduo (58) possuía um mandado de prisão expedido pela Vara Cível da comarca de Rio Brilhante.

Diante do fato, o autor recebeu voz de prisão e foi encaminhado ao Primeiro Distrito de Polícia Civil.
 

quarta-feira, 28 de julho de 2021

“Não gosto de cachorro”, disse homem ao ser preso em flagrante pela Polícia Militar de Ponta Porã por disparo de arma de fogo e morte do animal




Policiais Militares do 4º Batalhão em Ponta Porã prenderam em flagrante um homem de 40 anos de idade por ter matado um cachorro com disparo de arma de fogo.

O fato ocorreu na manhã desta quarta-feira (28/7), por volta das 10h32 em uma residência localizada nas proximidades do 4º Batalhão de Polícia Militar, situado à rua Antônio João/Centro de Ponta Porã. Segundo o que foi constatado no local, um Policial Militar que passava pela via, visualizou o homem apontando uma arma de fogo para um cachorro e em seguida acertando um tiro na região da cabeça do animal.

Diante dos fatos uma equipe da PM foi até o local e prendeu o autor em flagrante, com ele os policiais apreenderam a arma de fogo utilizada no crime, sendo um revólver calibre .38, sem registro. Indagado sobre os fatos o autor disse que: “não gosta de cachorro” e nesta data efetuou o tiro com a intensão de ceifar a vida do animal, que acabou morrendo no local.

O autor foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil, para os procedimentos que o caso requer.





terça-feira, 27 de julho de 2021

Senador Nelsinho Trad contempla Ponta Porã com R$ 4,4 milhões para vacinas extras da Janssen e fala sobre vida política em live




O senador Nelsinho Trad (PSD/MS) conquistou, nesta semana, R$ 799 mil reais do Ministério da Saúde para reforma de quatro unidades básicas de saúde para Ponta Porã. Os valores foram divulgados, na noite desta segunda-feira, no fim da live para o Líder News do município, ao informar que encaminhou R$ 4,4 milhões de recursos federais durante o seu mandato parlamentar para Ponta Porã.

As unidades que terão os recursos são: a UBS Doutora Nislaie Colman, na Vila Renô, a USB Geraldo Garcia, no Assentamento Itamarati, a UBS Enfermeira Eliza Medina Barreto, no Bairro São Rafael e UBS Enfermeira Zeneida Terra da Siqueira, no Jardim Ivone.

Durante a live, o senador Nelsinho Trad esclareceu sobre a vinda de 42.897 doses de vacinas Janssen para Ponta Porã que está entre os dez municípios que fazem fronteira com o Paraguai e receberam os imunizantes para ocorrer o bloqueio epidemiológico na região fronteiriça. “O ministro Marcelo Queiroga entendeu que seria a alternativa para impedir a entrada de uma nova variante vindo dos países vizinhos”, comentou.






Política
O PSD deverá apresentar candidatura própria em cenário nacional e em Mato Grosso do Sul. “Com muita liberdade, eu digo que o Bolsonaro reza pelo Lula e o Lula pelo Bolsonaro. Os dois querem disputar entre eles, para que uma terceira via não leve as eleições”, disse.

O senador Nelsinho Trad, como presidente regional do PSD em Mato Grosso do Sul, destacou que o partido terá candidato ao Governo do Estado. Por se tratar, neste momento, do favoritismo do prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad, ele deverá ser o candidato se renunciar ao cargo até março de 2022. Uma escolha, segundo o senador Nelsinho Trad, difícil e solitária.

“Eu me lembro, quando decidi ser candidato a deputado e tive que renunciar ao mandato de vereador e de presidente da Câmara Municipal. Depois, quando decidi ser prefeito renunciar o mandato de deputado estadual, não foi uma decisão fácil”, disse.

Neiba Ota

domingo, 25 de julho de 2021

DOF apreende caminhão com mais de seis toneladas de maconha




Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) apreenderam, na manha deste domingo, um caminhão Volvo/VM 270 carregado com 6.280 quilos de maconha.

A ação ocorreu em virtude da Operação Hórus, parceria da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, durante um bloqueio policial para fiscalização na rodovia MS-270, entre Dourados e o Distrito de Itahum.




Os militares abordaram o condutor, um homem de 36 anos de idade, que seguia sentido Dourados. Ao realizarem a vistoria no caminhão, os policiais localizaram grande quantidade de volumes prensados do entorpecente. O homem disse que foi contratado por um desconhecido, para pegar o caminhão às margens da MS-270, já carregado, e entregá-lo em um posto de combustível em Dourados.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para auxiliar no corte das chapas de aço para a retirada da droga.




A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron), em Dourados, onde o homem permaneceu à disposição da Polícia Judiciária.

O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e, a ligação, será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

SeComSoc
DOF/Sejusp

sábado, 10 de julho de 2021

Polícia Militar Rodoviária apreende 36,5 toneladas de maconha, a maior apreensão de drogas do Brasil




Deodápolis (MS) – Na tarde de hoje, 10.07, a Polícia Militar Rodoviária por meio do Grupo Tático Ostensivo Rodoviário - TOR, realizou a maior apreensão de entorpecentes do Brasil; mais de 36 toneladas de maconha, na cidade de  Deodápolis.

A abordagem ao caminhão bitrem  foi realizada na altura do Km 46 na MS-276. O motorista de 32 anos tentou se esquivar da operação policial, porém sem sucesso. Ele trafegava no sentido distrito de Indápolis, em Dourados, ao distrito de Lagoa Bonita, em Deodápolis, município onde ocorreu a apreensão.




A carreta, com placas de Nova Andradina, estava  carregada com 36,5 toneladas de maconha em meio a uma carga de soja, a maior apreensão já registrada no Brasil, um recorde.

O motorista e o entorpecente foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil de Deodápolis.




Maior apreensão da PMMS do  país: 36,5 toneladas de maconha. O entorpecente apreendido hoje entra para a história das grandes apreensões da PMMS, assim como o Departamento de Operações de Fronteira-DOF em agosto do ano passado, na época foram 33 toneladas de drogas.