quarta-feira, 4 de novembro de 2020

Senador Nelsinho Trad participa de missão diplomática na Amazônia

Senador Nelsinho Trad e todos que vão participar da missão diplomática fizeram ontem o exame de Covid-19



A proposta do parlamentar é reativar o Parlamento Amazônico para melhorar a comunicação do Brasil quanto às ações desenvolvidas na região.

A convite do Conselho da Amazônia, liderado pelo vice-presidente general Hamilton Mourão, o senador Nelsinho Trad embarca nesta quarta-feira (04) para missão de três dias na Amazônia com um grupo de 12 embaixadores com a intenção de melhorar a comunicação sobre as ações desenvolvidas pelo Brasil na Amazônia.

Nas reuniões com os embaixadores da União Europeia, da Alemanha, da Suécia, do Canadá, Colômbia, do Peru, da Espanha e da África do Sul que participam dessa viagem,  o senador Nelsinho Trad pretende assegurar a reativação do Parlamento Amazônico, que vai contribuir para melhor divulgação do que acontece de fato na região.

“Temos que liderar a narrativa sobre o que acontece na Amazônia, é a oportunidade para nós, representantes do Congresso, mostrar a realidade. Quando retornar, eu farei um relatório e irei disponibilizá-lo a todos”, destacou o senador Nelsinho em sessão remota do Senado aos colegas parlamentares.
 
A Amazônia Legal encontra-se 61% no Brasil, sendo 5,2 milhões de km2 e tem três biomas. É a maior floresta do planeta, equivale a 15 países. Para entender a formação e as ações desenvolvidas nessa localidade, o Conselho da Amazônia organizou uma reunião pela manhã dessa terça-feira com todos os detalhes da missão diplomática para otimizar o trabalho e o tempo de permanência na floresta.



Também integram a comitiva brasileira: os ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles; das Relações Exteriores, Ernesto Araújo; da Agricultura, Tereza Cristina; e do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, e representantes da Polícia Federal, do Ministério da Defesa, da Saúde e do Incra. Todos passaram pelo exame Covid-19, para participarem dessa missão diplomática.

Reportagem: Neiba Ota
Fotos: Sheyla Leal

Nenhum comentário: