quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Campo Grande é enaltecida em Congresso de Direito Internacional

Senador Nelsinho Trad (MS) participa de abertura de evento e destaca os 121 anos da Cidade Morena
 


O senador Nelsinho Trad (PSD/MS), presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), participou nesta quarta-feira da abertura do 18º Congresso Brasileiro de Direito Internacional, parabenizando Campo Grande, a Capital de Mato Grosso do Sul, que sediaria o evento. “Minhas primeiras palavras são de agradecimento pelo convite que me fez o Professor Doutor Wagner Menezes, presidente da Academia Brasileira de Direito Internacional, para participar da abertura deste 18º Congresso Brasileiro de Direito Internacional, que se realiza este ano, graças ao sistema de rodízio adotado, na nossa querida Campo Grande. Mas, desta vez, virtualmente. Por coincidência, minha cidade que comemora hoje 121 anos ganhou esse presente (o congresso on line)”, destacou o senador.

Para o parlamentar sul-mato-grossense, é gratificante contribuir para o ensino no país. Na sexta-feira (28), às 15h de Brasília, o senador Nelsinho Trad ministrará palestra sobre a Rota Bioceânica. “Um dos aspectos do congresso que me entusiasmou bastante é a forma como ele é organizado. O Congresso é feito “artesanalmente”, como diz sua própria organização, por professores e alunos, sem o envolvimento direto de empresas e sem o objetivo de lucro. Ele é resultado, portanto, da união de forças desses professores e alunos com pesquisadores, instituições de Ensino Superior e patrocinadores que acreditam nesse trabalho, nos seus resultados efetivos para o debate do Direito Internacional e na sua importância para a sociedade brasileira”, disse o senador.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Francisco Rezek, enfatizou a importância do reconhecimento do senador Nelsinho Trad sobre o congresso e a sua participação. “Precisamos virar a página infeliz e recuperar para o Brasil a sua imagem de independente, atenta aos seus interesses. Nesse caminho, a presença do senador Nelson Trad Filho neste congresso é simbólica, tem efeito semiótico, extraordinário. Além de suas belas páginas da biografia, principalmente por ocupar a presidência da Comissão de Relações Exteriores. Ali se concentra uma parcela expressiva do poder moderador, do domínio administrativo, quando os poderes se atropelam. Missão histórica nesse momento tão difícil, de colocar freios em roupantes, quando necessários. Em seu homólogo, todos nós estamos  convencidos de sua presença nos é uma garantia de preservação da observância do direito internacional e da arte da diplomacia”, discursou o ministro.

Com o coração voltado às suas origens, o senador Nelsinho Trad respondeu ao ministro que herdou de seu avô imigrante libanês, cônsul Assaf Trad, o gosto pela atuação na diplomacia. “Meu avô tinha o tino diplomático de acolher os patrícios, oriundos do Líbano ao Brasil, acredito que aprendi com ele a ser acolhedor”, comentou o parlamentar, em seu discurso.



O 18º Congresso Brasileiro de Direito Internacional, organizado por renomadas universidades e instituições de investigação brasileiras, tem como tema deste ano: biodiversidade, mobilidade e integração. Acadêmicos e profissionais de Direito vão discutir os assuntos até o próximo dia 29. Em edições anteriores foram realizadas nos seguintes estados brasileiros: Paraná, São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Ceará, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraíba. “O Congresso é o mais importante e expressivo evento sobre Direito Internacional do país e um dos maiores eventos na área no mundo e esperarmos leva-lo no próximo ano sem pandemia para Bonito, em Mato Grosso do Sul”, disse um dos organizadores, professor Wagner Menezes.

Neiba Ota 

Nenhum comentário: