quinta-feira, 4 de junho de 2020

Brasil é reinserido na OMS para produção da vacina contra Covid-19

O presidente da Comissão de Relações Exteriores, senador Nelsinho Trad, destaca a importância dessa decisão do governo federal 
Como presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado federal, senador Nelsinho Trad (PSD/MS), que faz parte da frente parlamentar médica, agradeceu ontem em suas redes sociais o posicionamento do ministro Ernesto Araújo na luta contra o coronavírus. “Houve uma devolutiva do ministro Ernesto de reinserção do Brasil no consórcio global, liderado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), para produção da vacina contra o Covid-19”, informou o senador Nelsinho Trad.

Na semana passada, o parlamentar sul-mato-grossense, representando o Senado Federal, se reuniu com o chanceler Ernesto Araújo e argumentou que o Brasil não poderia ficar fora dessa discussão mundial.  Em abril, a OMS - em parceria com governos e entidades privadas - lançou plataforma de cooperação internacional para acelerar o desenvolvimento de uma vacina e de remédios contra o novo coronavírus; o projeto também prevê o acesso global a novos remédios e kits de testagem. 

No total, 40 países estavam envolvidos e o primeiro evento remoto dessa iniciativa foi no mês passado, para arrecadar recursos para organizações e programas sanitários e o Brasil não fazia parte dessa iniciativa. “Como presidente da Comissão de Relações Exteriores, fui cobrado a tomar uma atitude, comuniquei a situação ao Senado em sessão remota no plenário e, em seguida, foi agendada a nossa reunião com o ministro”, comentou o senador Nelsinho Trad.  

Na ocasião, o ministro informou ao senador Nelsinho Trad que haveria reunião de coordenação da Casa Civil, que ocorreria no último dia 2, para decidir o rumo que o Brasil iria tomar nesse assunto. “O governo brasileiro  decidiu participar da iniciativa internacional para compartilhar tecnologia, informação e acelerar o desenvolvimento de vacinas, testes e tratamentos contra o novo coronavírus. Considero louvável essa decisão, porque não podemos brincar com esse inimigo oculto”, destacou o senador Nelsinho Trad que contraiu em março deste ano o Covid-19, após viagem acompanhado da comitiva presidencial aos Estados Unidos, e afirma “não ser uma simples gripe”.

Vacina
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a realização de um estudo clínico no Brasil para testar uma potencial vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, para prevenir a Covid-19. A portaria que autoriza a pesquisa foi publicada também nesta semana, em edição extra do Diário Oficial da União; a novidade também foi também destacada pelo senador Nelsinho Trad. “O Brasil está nas duas linhas de frente para obter logo a vacina contra o coronavírus, precisamos encontrar todas as armas contra o inimigo oculto”, disse o senador Nelsinho Trad.



Reportagem: Neiba Ota
Fotos: Sheyla Leal
(senador Nelsinho Trad com o ministro Ernesto Araújo)

Nenhum comentário: