quarta-feira, 15 de abril de 2020

Senador Nelsinho Trad defende a união do presidente Bolsonaro e do ministro Mandetta na guerra contra o coronavírus



O senador Nelsinho Trad (PSD), que foi infectado pelo Covid-19 após participar da comitiva presidencial em visita aos Estados Unidos e hoje está curado, publicou na tarde desta quarta-feira um vídeo com recado ao presidente Jair Bolsonaro. 

“Presidente, o momento é de união do senhor com o ministro Mandetta, toda sociedade brasileira vai aplaudir essa união que demonstra a humildade que faz parte da sua personalidade, ensine isso aos ministros. Não demita o ministro Mandetta”, destacou o parlamentar sul-mato-grossense.

Para o senador Nelsinho Trad, sem essa pressão e polêmica, a equipe do Ministério da Saúde vai produzir mais e, consequentemente, terá melhores resultados na luta contra a pandemia do coronavírus.

“Pelo bem do Brasil, como o presidente também deseja, vamos partir para união contra essa guerra”, propôs o senador Nelsinho Trad.

Coronavírus
No dia 13 de março, o senador Nelsinho Trad teve a confirmação do coronavírus em seu organismo. Em menos de uma semana, ficou internado em observações no Hospital Sírio Libanês em Brasília. Depois de uma semana, recebeu alta médica e permaneceu em isolamento social em sua residência funcional no Distrito Federal. Já, no começo de abril, em consulta ao seu médico infectologista, foi autorizado a retornar para Campo Grande, onde está trabalhando com sessões remotas e o uso da tecnologia. Mas, diante do enfrentamento da doença, ele faz alertas à população. “Coronavírus é sério demais, é pior do que pegar uma dengue. Talvez, as pessoas não estejam enxergando, porque não têm parentes doentes ou não veem a situação que estamos vivendo. Eu fiquei internado e passei por um aeroporto vazio e percebi que devemos sim manter o isolamento social pelo bem de todos”, comentou o senador Nelsinho Trad.

Neiba Ota

Nenhum comentário: