quinta-feira, 26 de março de 2020

“Operação COVID-19” Polícia Militar em conjunto com forças de segurança e saúde pública reforçam região central de Campo Grande



Na noite desta quarta-feira (25.03), o comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul, tenente-coronel Claudemir de Melo Domingos Braz, desencadeou a Operação COVID-19 na região central de Campo Grande, com policiais militares do serviço operacional e administrativo do 1º Batalhão, policiais militares do BPMCHOQUE (CANIL) e GECAM, realizando ações de combate ao novo coronavírus.



Por conta do avanço do novo vírus em território brasileiro e o surgimento de novos casos em Mato Grosso do Sul, fez com que a polícia militar adotasse um novo planejamento nas ações de segurança pública na região urbana do centro, desencadeando a Operação COVID-19, que contou com 28 policiais militares distribuídos em 10 viaturas motorizadas e demais órgãos de Segurança Pública e de Saúde (Polícia Civil, Guarda Civil Metropolitana, SEAS e SESAU).



A Operação teve como objetivo orientar as pessoas em situação de rua quanto ao avanço e enfrentamento do COVID-19 e como se prevenir do vírus, do decreto referente ao toque de recolher onde fica proibido a circulação de pessoas das 22 horas até as 05 horas do dia seguinte e principalmente a de encaminhamento voluntário, onde serão acomodados sem aglomeração, em locais onde terão acesso a vestiários e banheiros, evitando serem contaminados e também transmissores do vírus.



Foram 74 (setenta e quatro) indivíduos abordados, que de forma individualizada foram submetidos à triagem pelo médico da SESAU e divididos em grupos para encaminhamento, sendo 02 (dois) para Recolhimento Familiar, 21 (vinte e um) para a Clínica das Almas localizada na saída para Três Lagoas e 51 (cinquenta e um) para Centro de Acolhimento na Escola Plínio Barbosa Martins localizado no Bairro Macaúba.



A Polícia Militar do Estado de Mato Grosso do Sul além de garantir a manutenção da ordem pública e a segurança de todo cidadão, busca junto aos demais órgãos assegurar que as pessoas em situação de rua sejam assistidas de forma que possam ter higienização e direito à saúde garantidos.
 

Nenhum comentário: