segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Durante abordagem a veículo na cidade de Ponta Porã DOF chega até um grande depósito com mais de uma tonelada de maconha



Policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) apreenderam, na noite de ontem (domingo), munições de vários calibres, uma espingarda e 1.375 quilos de maconha, em uma chácara próximo à cidade de Ponta Porã (MS).

A apreensão ocorreu durante o policiamento da Operação Hórus na cidade de Ponta Porã (MS). Os policiais abordaram o condutor de um VW Gol de cor branca e placas de Várzea Grande (MT). Durante a entrevista, o homem de 62 anos de idade, estava nervoso e com respostas desencontradas.


Os policiais perguntaram onde residia e se havia algum ilícito em sua residência. O homem disse que residia em uma chácara próxima e que poderiam ir até lá. Ao chegar na residência, os policiais visualizaram um homem com uma espingarda que, ao perceber a aproximação policial, correu para o interior da casa.

O homem de 48 anos de idade disse que cuidava do local para o condutor do Gol. Durante a vistoria na residência, os policiais localizaram a arma de fogo, uma espingarda municiada com cinco cartuchos, além de várias munições sendo: sete de calibre .380; seis de calibre 12; 45 de calibre .22; uma de calibre 7,62; e, uma de calibre 9mm. O condutor do VW Gol disse que alugava a chácara para guardar o entorpecente.


Em um cômodo da edificação de madeira ao lado da casa, os policiais localizaram vários sacos com volumes prensados da droga e um porão, com mais sacos do entorpecente. Um caminhão que seria utilizado para o transporte do entorpecente também foi apreendido. 

A ocorrência foi registrada e entregue na Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã (MS). Uma segunda equipe do DOF deu o apoio no deslocamento do material apreendido.


O DOF mantém um canal aberto direto com o cidadão para tirar dúvidas, receber reclamações e denúncias anônimas, através do telefone 0800 647-6300. Não precisa se identificar e a ligação será mantida em absoluto sigilo. O serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

Assecom/DOF/Sejusp

Autores
P. M. (62) – condutor do Gol branco
M. J. S. (48)

Nenhum comentário: