quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Carla Stephanini deixa o MDB e é recebida com honras no PSD



A ex-vereadora do MDB e atual subsecretaria municipal de Políticas Públicas para a Mulher, Carla Stephanini, deixou o partido do ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (MDB) e seguiu para a sigla do prefeito de Campo Grande e pré-candidato a reeleição, Marcos Trad (PSD). 

De acordo com Carla, o cargo que ela ocupa na administração municipal mostra a confiança que Marquinhos tem no seu trabalho e ela indo para o PSD retribui a confiança. “Eu já faço parte da gestão do prefeito, confio e acredito no trabalho que ele está fazendo em Campo Grande, aceitar o convite e estou me somando a esse projeto de reeleição e ao PSD”, destacou. 

Carla foi filiada ao MDB durante 20 anos, sendo que na maior parte do tempo o partido esteve à frente da administração de Campo Grande, com dois mandatos de Puccinelli e posteriormente dois do atual senador Nelson Trad Filho (PSD). Além disso, enquanto Nelson cuidava da Capital, André Puccinelli foi governador do Estado. 

“São 20 anos de história no MDB e ofereci o melhor de mim, sou grata aos destaques que recebi no MDB. Nesse momento eu entendo a importância da reeleição do nosso prefeito e para que eu tivesse a liberdade nesse sentido eu preferi mudar. Eu entendi que devo ajudar ele”, ressaltou Stephanini sobre o trabalho prestado no MDB e inclusive na gestão de Campo Grande quando Nelson Trad era prefeito pelo partido e ela esteve a frente das políticas públicas para mulheres. “Estou muito confortável no PSD”

Nenhum comentário: