quinta-feira, 11 de julho de 2019

O VALOR DO ABRAÇO

No nosso país geralmente estendemos a mão e cumprimentamos o outro como uma forma de abraço ou nos despedimos com um até logo, até breve.

O abraço ocorre quando duas pessoas ficam entre os braços da outra, forma simples na qual se estabelece uma sinergia contagiante, vibrante e positiva.

Numa vida turbulenta, com incertezas, desilusões e desesperança um abraço fraternal renova o nosso ser, nos dá energia para reverter este cenário e nos possibilita nos tornar mais humano.

Perdemos amigos, colegas e familiares ao longo da jornada sem ao menos darmos um abraço de acolhimento, afeto ou gratidão pela sua existência.

Afinal quem somos nós? Máquinas? Robôs programados para dar somente um aperto de mão? Ou meros espectadores de um mundo que incerto e nebuloso no qual o ser humano se torna uma mera estatística, nada mais?

Ao resgatarmos o abraço começaremos a enxergar a sua extensão, tornando-nos mais sensíveis aos que estão ao nosso redor, humanizando relações, construindo pontes de solidariedade, compaixão, bondade, saudade e fraternidade.

Pode ser o nosso último abraço ou o primeiro de muitos, o que realmente importa é intenção de fazer o bem e cultivar o sabor das verdadeiras amizades. O abraço é gratuito, uma ótima terapia, depende de nós não precisa ser somente em datas comemorativas como aniversário, Páscoa, Natal, entre outras.

Uma ótima quinta-feira de luz, paz e de muitos abraços 

Coronel Rogério

Nenhum comentário: