sexta-feira, 27 de abril de 2018

Comissão de Direitos Humanos da ABSSMS vai atuar em defesa dos policiais militares contra falsas denúncias em audiência de custódia

Na manhã desta sexta-feira (27), o presidente da Associação Beneficente dos Subtenentes, Sargentos e Oficiais oriundos do quadro de Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do Estado de Mato Grosso do Sul – ABSSMS – Tenente Thiago Monaco Marques e o diretor de relações institucionais da associação, Subtenente Ramos, estiveram em evento realizado no 9º Batalhão da Polícia Militar, em Campo Grande, para falar a respeito das denúncias apresentadas contra policiais militares em audiências de custódia. No encontro, o presidente da ABSSMS, Tenente Monaco, colocou à disposição dos policiais militares e bombeiros militares mais um trabalho da Comissão de Direitos Humanos da ABSSMS com intuito de defendê-los contra falsas acusações. Também participaram da reunião aos advogados da ABSSMS: Emilene Maeda Ribeiro, Lucas Tobias Arguelho e Matheus Machado Lacerda da Silva. Presidente da ABSSMS fala do trabalho realizado pela Comissão de Direitos Humanos da associação

Na ocasião, o presidente da ABSSMS, fez uma breve explanação a respeito de mais esse trabalho da comissão da associação, que poderá acompanhar o processo de investigação de denúncias feitas contra os agentes de segurança pública em audiências de custódia e nos casos em que as denúncias se mostrarem falsas, a comissão irá atuar em defesa do policial militar.

Monaco falou da importância deste trabalho para evitar que denúncias infundadas prejudiquem policiais militares, pois, embora a grande maioria das acusações feitas por pessoas detidas por cometerem crimes se mostrem falsas, acabam gerando constrangimento aos agentes de segurança pública. A idéia é que após comprovação da falsidade da denúncia, com a anuência do policial militar, a comissão possa entrar com ação na Justiça contra os acusadores pelos danos causados.

“Infelizmente, em audiências de custódia, é comum as pessoas detidas apresentarem falsas denúncias contra policiais militares e isso prejudica o nosso trabalho. A partir do momento em que a comissão passa a acompanhar de perto essas denúncias, os policiais militares terão mais segurança jurídica para exercer suas funções e cumprir seu dever, que é de proteger a sociedade contra criminosos. Por isso, colocamos à disposição dos policiais militares mais esse trabalho da Comissão de Direitos Humanos da ABSSMS”, diz Monaco.

Monaco explica que, através da comissão, o departamento jurídico da ABSSMS irá acompanhar com forte empenho as denúncias contra policiais militares e nos casos em que for comprovada a falsa comunicação de crime as medidas legais deverão ser adotadas.

Nenhum comentário: