quinta-feira, 30 de novembro de 2017

DOMINE O SILÊNCIO

      A nossa capacidade de perdoar irá nos elevar no encontro sublime da paz profunda e da própria maturidade emocional.
      Para alcançarmos tal estágio devemos aprender a dominar nosso silêncio, evitando que palavras, sentimentos e emoções negativas possam aflorar.
      Nossa caminhada requer temperança, tolerância e paciência, deixando que os
 acontecimentos em nossas vidas possam nos proporcionar o sentimento mais nobre da gratidão.
      Reconhecer que somos seres em constante estágio de evolução é o primeiro passo para exercitarmos o nosso próprio auto-controle.
      Se conseguirmos internalizar a capacidade de meditarmos sobre tudo o que está percorrendo em nosso interior e conseguirmos aplainar o nosso estado mental, estaremos neutralizando a dor, o sofrimento e todos os pensamentos que nos afligem.
       Dominar a si mesmo é poder desfrutar no limite de uma boa saúde sob todos os aspectos.
       Claro que é muito difícil, complexo e cansativo, mas quem nos disse que seria fácil?
       Um ótimo dia para cultivarmos o amor que nos garante o domínio do silêncio e nos leva a paz interior.

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

SEJA FORTE

     Aprenda a se levantar, não desista dos teus sonhos, ofereça sempre o teu melhor independente das circunstâncias, no final sairás mais forte do que muitos daqueles que te derrubaram ou nunca te estenderão as mãos.
    Esta capacidade fantástica do ser humano é a sua bússola da vida, quaisquer experiências mesmo as traumáticas irão fortalecer o ser e triunfar com dignidade e alegria.
    Uns desistem pelo caminho, ficam caídos, se limitam a vegetar e assim acabam em dar razão aqueles que te fizeram sucumbir.
    Acredito na força interior poderosa em si mesma, que não se abala diante de tantas adversidades, que aproveita o instante da fragilidade humana para se reconstruir nas fontes mais ricas da sabedoria, da espiritualidade e da dimensão da própria resiliência.
     Sei que desta forma iremos voar pelo multiuniverso interior, melhorando a autoestima, a motivação e a esperança de que o amor sempre vencerá.
     Que a luz esteja presente em nossos corações. Um ótimo dia!!

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

A VIROSE QUE ME DEU INIMIGOS

Recentemente, uma virose me prendeu à cama. Já estou liberto das amarras do lençol. No final da batalha, uns quilos a menos e uns inimigos a mais.
Explico.

No dia que o malvado vírus se instalou, uma sensação de fraqueza e abatimento me levou a nocaute. E o erro foi este: assim que desabei, esqueci de desligar o celular e o whatsapp – este abençoado personagem da nossa rotina – sinalizava mensagem recebida.
Foi o que bastou para a vingança antecipada do vírus. Ele sabia que ia morrer em poucos dias, por isso compensou com uma convalescença cheia de desafetos.

1. - Fábio, bom dia! Pode me receber em seu escritório?
- ...
- ?
- ...
- Poxa vida, o que lhe fiz para merecer isso, meu chapa?
- ...
- Bom, já que é assim que acha que devo ser tratado, é melhor rompermos a amizade. Não esperava isso de você, cara. Que decepção!
- ...
- Olha aqui, nunca mais olhe pra minha cara, entendeu? Vá se danar!
- ...

2. - Professor, o que achou da minha pesquisa que lhe enviei por email?
- ...
- Professor?
- ...
- Já entendi. Nem precisa me dizer. Só acho que merecia um pouco mais de consideração, porque me dediquei três meses para esta tarefa, enfurnado em uma biblioteca, mas enfim, devo ter errado no foco.
- ...
- Acho que este silêncio equivale a um zero né Professor? Faz o seguinte, pega a pesquisa, imprima e jogue no lixo. Aproveita e jogue também a minha consideração pelo senhor.
- ...

3. - Doutor, bom dia!  Já saiu a sentença do meu processo?
- ...
- Doutor, se não for boa a sentença, nem me fale.
- ...
- Condenação né? Eu sabia que ia ser condenado. Quantos anos, Doutor?
- ...
- Se for mais de 10 anos, não quero saber, vou fugir...
- ...
- Meu Deus, Doutor! Vinte, né? Tô caindo fora Doutor. Não vou preso mais não. Aquilo é um inferno. Fui.
- ...

4. - Filho, bom dia! Pode me emprestar o carro para me levarem à fisioterapia?
- ...
- Filho?
- ...
- Nossa e olha que eu te esperei nove meses na barriga e nunca te neguei amor, carinho e atenção, tá?
- ...
- Bom, já que não quer emprestar o carro, quero que saiba que o seu irmão, ao contrário de você, já mandou me buscar. Não preciso mais da sua atenção. Obrigada! Quanta ingratidão, Senhor!
- ...

5. - E aí meu Deputado, vai assumir no lugar do Marun?
- ...
- É, pelo jeito não quer mais. É isso ?
- ...
- Acho até que você tem razão. Um ano só e ainda mais ano eleitoral. Vai fazer o quê lá? Isso mesmo, Deputado. Não assuma não.
- ...
- Entendi. Você vai assumir prá não desrespeitar quem votou em você, né? Tem razão. Tem sim. Meu marido também acha que você deve assumir.
- ...
- Só acho que este silêncio não é legal. Você foi bem votado, mas não é isso tudo não. E outra: você não se esqueceu que te apoiei e organizei umas vinte reuniões aqui no bairro? Então, faça assim: fique com sua amnésia e eu fico com a minha mágoa. Passar bem, deputado. Por favor, apague meu número do seu celular, ok?
- ...

E assim, o vírus se foi. Hoje, recuperado, ainda estou correndo atrás do prejuízo e dos meus amados inimigos.

domingo, 26 de novembro de 2017

Polícia Militar entrega 10 motocicletas para a Guarda Municipal de Ponta Porã

O Comandante-geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Waldir Ribeiro Acosta, participou neste sábado (25/11) da solenidade de inaugurações e solenidades administrativas na cidade de Ponta Porã. O evento contou com a presença de diversas autoridades, dentre elas o Secretário de Estado e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, José Carlos Barbosa e o Governador do Estado, Reinaldo Azambuja, que foi recepcionado pelo prefeito Hélio Peluffo juntamente com o secretário municipal de segurança pública Marcelino Nunes e lideranças da região.

A programação contou com inauguração de obras e a implantação do Sistema de Radiocomunicação Profissional Móvel Troncalizado Digital na faixa de Fronteira, investimento de R$ 20,7 milhões.

Na oportunidade a Polícia Militar realizou a entrega de 10 motocicletas para a Guarda Municipal de Ponta Porã, o Comandante Geral se manifestou dizendo que fica muito satisfeito com as medidas adotadas para melhorar as condições de vida e segurança dos moradores da faixa de fronteira, região muito sensível do Estado, na qual toda ajuda para garantir a segurança pública é bem vinda.


sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Das insignificâncias que um dia fui

Ontem, dia dos mortos, pedi licença à rotina e me estirei na poltrona. Abri um livro, mas fechei os olhos. Foi então que eu vi claramente um dos truques deste mágico feroz chamado Tempo.

Num arrasto violento, sem ordem e ritmo, puxado e empurrado, eu me senti o mais feliz dos insignificantes do Universo ao visitar todos os nadas que já fui um dia:

Fui uma das gotas de água lançadas da banheira quando Arquimedes gritou Eureka;

Fui um dos fungos que fermentaram o vinho sorvido por Alexandre Magno quando celebrou a conquista do Egito;

Fui uma das folhas de tabaco fumado por Conan Doyle no dia que escreveu o esboço do que seria Sherlock Holmes;

Fui uma das gramíneas engolidas pela ovelha sacrificada no lugar de Isaac;

Fui um dos piolhos que habitaram a crina do cavalo agredido pelo carroceiro no momento em que Nietzsche rompeu com a razão;

Fui uma das células da placenta de Cleópatra na noite que deu à luz o filho de César;

Fui um dos fios de cabelo da mulher que inspirou Shakespeare a imaginar Desdêmona;

Fui uma das botas de Napoleão quando amargava o tédio na Ilha de Santa Helena;

Fui a primeira lágrima que brotou dos olhos de Fleming quando bendisse o acaso na descoberta da penicilina;

Fui uma das pedras pisadas pelas sandálias de Jesus quando subia o caminho para fazer o Sermão da Montanha;

E quando estava envolto a uma bagunçada rede de fios capilares retorcidos, os dedos de Leonardo Da Vinci me expulsaram com violência da sua barba. Eu fui a última partícula de poeira de lá arrancada antes do último traço nos lábios de Mona Lisa del Giocondo.

Abri os olhos; fechei o livro e orei louvando todas as insignificâncias que completam a Criação.

Amém.