Nesta quarta feira (31), a ABSSMS e as demais entidades representativas de praças, participaram de uma reunião na Secretaria de Administração onde se reuniram com uma equipe do governo para discutirem a questão salarial, onde oficialmente o Governo apresentou uma proposta de reajuste “ZERO” para todo o funcionalismo, justificando a queda da arrecadação.

Posteriormente, com essas informações, a Diretoria da ABSSMS, se reuniu na Sede da Entidade, onde elaboraram o seguinte pronunciamento: “Nós, Policiais e Bombeiros Militares não estamos tranquilos, não estamos dispostos a pagar mais uma vez uma conta que não é nossa." Estamos reivindicando ao menos a reposição inflacionária desde o início do ano. E para tal na última semana estampamos a insatisfação da categoria, cobrando duramente o Governo por diversos meios.

Outdoor no interior e na capital, painéis de LED nas duas principais avenidas da Campo Grande e também nas capas dos principais sites de notícias do Estado. Portando está pública a insatisfação dos Policiais e Bombeiros Militares.

Assim, a ABSSMS jamais aceitará uma justificativa do governo baseada em problemas de arrecadação e gestão dos recursos públicos, ainda mais, no momento em que existem denúncias de supostos atos de corrupção na política de incentivos fiscais concedidos pelo governo, estampados na mídia, seja local e até mesmo nacional.

Nesse sentido a Diretoria da entidade, agindo de forma legal, convoca uma assembleia geral para todos os irmãos de farda que se sentem representados pela Associação Beneficente dos Subtenentes, Sargentos e Oficiais Oriundos do quadro de Sargentos Policiais e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul para a próxima terça-feira, 06 de junho de 2017 às 15 horas em nossa sede social para deliberarmos ações concretas para demonstrarmos para a sociedade as nossa insatisfação e as nossas reivindicações.