segunda-feira, 22 de maio de 2017

Nelsinho Trad inaugura obra iniciada na sua gestão que foi "esquecida" pela gestão Bernal em Campo Grande

Com a ausência do prefeito Marquinhos Trad, do PSD, o ex-gestor da Capital, Nelsinho Trad, do PTB, irmão do atual prefeito esteve presente na inauguração da Unidade Básica de Saúde da Família Sírio Libanês, realizada na manhã desta segunda-feira (22), em Campo Grande. A obra faz parte de um pacotes de obras iniciada na administração de Nelsinho e que segundo o secretário de Saúde, Marcelo Vilela, foi "esquecida" pelo ex-prefeito Alcides Bernal, do PP.

Marquinhos, foi representado por Nelsinho, que foi convidado. Durante o discurso, o secretário municipal de Saúde, Marcelo Vilela, lembrou que a obra foi lançada entre 2010 e 2011, integrando um pacote de obras lançado por Nelsinho Trad.

Ao afirmar ao amigo que gosta muito, Vilela disse a Nelsinho que a administração municipal está fazendo reuniões para retomar as obras do pacote que não foram concluídas pela gestão anterior, comandada por Alcides Bernal, do PP.

A unidade

A unidade deve desafogar unidades de urgência e emergência da região e reforçar os atendimentos na região do Bairro José Abrão. Segundo a prefeitura, a obra custou R$ 1.312.033,15, sendo que a Prefeitura Municipal de Campo Grande arcou com a maior parte: R$ 912.033,15. O Governo Federal, através do Ministério da Saúde, financiou R$ 400 mil. A unidade já existia, segundo o secretário, mas ocupava prédio alugado e foi transferida para local próprio.

São 428,30 m² de área construída e a estrutura possui recepção, sala de vacina, serviço social, farmácia, copa, almoxarifado, sala de agentes comunitários de saúde, de pré e pós-consultas, de procedimentos, inalação, curativos, consultórios, consultórios odontológicos, central de material de esterilização, sanitários e auditórios.

Serão oferecidos os serviços de pré-natal, puericultura, consultas médicas e de enfermagem, atendimento odontológico, vacinação, visita domiciliar, exames preventivos, teste do pezinho, curativos, administração de medicamentos, agendamento de consultas de exames, controle de glicemia, grupo de controle de hipertensão, passagem ou troca de sondas, além dos programas do Ministério da Saúde voltados para atendimentos de crianças, adolescentes, idosos, mulheres, gestantes e outros.

A unidade vai contar com uma Equipe de Saúde da Família (ESF) e uma de Saúde Bucal, sendo que o incremento de custeio destes profissionais e atendimentos é de R$ 12.320,00 mensais e de R$ 27 mil pela implantação das equipes. A UBSF deve atender moradores dos bairros Jardim Beija Flor, das Virtudes, Itapuã, Canadá e Sírio Libanês I e II.

Nenhum comentário: