segunda-feira, 22 de maio de 2017

Conheça a 3ª Seção do Estado Maior Geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul

O Chefe do Estado Maior Geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, Coronel PM Paulo Rogério de Carvalho Silva, com o objetivo de divulgar a sociedade e até mesmo aos próprios integrantes da PM o trabalho do Estado Maior, veicula hoje sobre a atuação da 3ª Seção do Estado Maior (PM-3) dando continuando ao projeto de valorização.

O Estado-Maior é órgão de direção responsável perante o Comandante-Geral, pelo estudo, planejamento, orientação, coordenação, fiscalização e controle de todas as atividades relacionadas à gestão administrativa da Polícia Militar, visando a eficácia da instituição no cumprimento de suas atribuições e também é órgão central do sistema de planejamento administrativo, programação e orçamento, elaborar diretrizes e ordens do Comando, com vistas a acionar as unidades de apoio e as de execução no cumprimento de suas missões. Atribuições previstas na Lei Complementar nº 190, de 04 de abril de 2014.

A PM-3 exerce atividades relativas a operações e doutrinas referentes às diretrizes Operacionais da Corporação. Esteve a frente da Coordenação-Geral das atividades operacionais e de inteligência do Revezamento da Tocha Olímpica no Estado de Mato Grosso do Sul no ano de 2016, elaborando o Plano Tático Operacional que envolveu Municípios, o Estado, Governo Federal e todos os órgãos de segurança pública e Forças Armadas. Dentre as missões que está atualmente desenvolvendo, ressalta-se: o plano de visita e Inspeção da Polícia Militar, acompanhamento e planejamento operacional do novo convênio ENEM para o triênio 2017-2019, readequação e controle do quadro efetivo dos policiais militares adidos ao Departamento da Força Nacional de Segurança Púbica, implantação do Manual de Elaboração de Procedimento Operacional Padrão, além da revisão e ampliação dos Procedimentos Operacionais Padrão.

Além disso, realizará em conjunto com a Diretoria de Ensino, Instrução e Pesquisa o curso de capacitação para multiplicadores dos procedimentos operacionais padrão da PMMS, elabora rotineiramente Ordens de Serviços, Ordens e Planos de Operações quando determinadas pelo Comando-Geral da PMMS, sugere ao Comando e Grandes Comandos, sobre a realização de operações com base na análise das manchas criminais resultantes do trabalho da PM-2 (estatística) e estudo para implantação de ferramentas que subsidiem o Comando sobre o custeio das Operações realizadas.

A seção é composta por dois policiais, o Tenente-Coronel Flávio Luis Filiú da Silva, chefe da seção e a Soldado Marjorie Caroline de Arruda Aréco, auxiliar da PM-3. O Tenente-Coronel Flávio Luis Filiú da Silva ingressou na instituição em 1994 e concluiu o Curso de Formação de Oficiais (CFO) na Academia General Edgard Faccó em 1996. Atuou nas seguintes unidades operacionais e administrativas: 6ª CIPTran (atualmente 17º BPTran), 9º CIPM (atualmente 13º BPM), 14º BPMRv, CIPMac (atualmente 5ª CIPM), 1º BPM, AGEPEN, Agência Central de Inteligência (atualmente DINTEL), CPM, DAL (atualmente DGPL), DP (atualmente DGP) e DP-2 (atualmente DRSP). É bacharel em Direito, Pós-Graduado em Direito Constitucional e em Gestão de Segurança Pública, atua na PM-3 desde 2014.

Nenhum comentário: