quarta-feira, 29 de março de 2017

Comissão de Direitos Humanos da ABSSMS defende associado da Regional de Aquidauana MS

Nesta quarta (29), a Comissão de Direitos Humanos da ABSSMS, após solicitação da Diretoria Regional da ABSSMS em Aquidauana/MS, esteve naquele município, para atendimento a um associado, que sofreu a acusação do crime de difamação por uma Delegada da Polícia Civil daquela região.

Há tempos atrás, o Policial Militar, sócio da ABSSMS, participou da prisão de alguns criminosos que participaram de uma ocorrência de roubo a um taxista naquela cidade, onde a vítima havia sido amarrada e, após diversas diligencias os acusados foram localizados e presos pela PM, porém, não teriam sido autuados em flagrante pela Delegada de Policia Civil plantonista.

Meses depois, um dos acusados desta ocorrência anterior, teria se envolvido em outro crime, desta vez de latrocínio, onde a vítima fatal foi outro taxista.

A Delegada fez uma notícia crime (BOLETIM DE OCORRÊNCIA) pelo suposto crime de difamação contra o Policial Militar, pois segundo ela, o associado teria feito comentários em rede social, criticando a sua ação de não prender em flagrante delito o autor do sinistro, na ocorrência de roubo anterior.

“Ao tomar conhecimento dos fatos, acionei imediatamente a Comissão de Direitos Humanos da nossa entidade, bem como, todo o nosso corpo jurídico, para acompanhar e defender nosso associado. Estamos tomando todas às providencias necessárias, para garantir ao Policial Militar, todas as suas garantias e direitos constitucionais.”- Declarou o Tenente Thiago Monaco Marques, Presidente da ABSSMS.

Nenhum comentário: