terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

LENTAMENTE

Cada vez estamos mais desconectados de nós, entre nós e do mundo ao redor. Mudamos o tom de voz, geramos discórdia, ficamos indiferentes frente à corrupção, aguardamos que o outro resolva e não damos a devida atenção às pessoas.

Manter a calma interior perante as adversidades nos permitirá interagir produtivamente e ter a real percepção para ver o mundo e suas circunstâncias.

Nunca é tarde para inspirar, expirar, refletir e agir com intuição e racionalidade, uma nos direciona o caminho e a outra nos orienta a acalmar a situação no tempo certo.

Que das pequenas lições diárias consigamos sempre pensar em boas obras, estarmos prontos para aprender e a pedir desculpas mesmo quando estamos com a razão, simplesmente porque queremos o bem do outro e a nossa paz interior.

Assim se coletarmos os diversos pedaços de dados interligados entre o mundo interior e o mundo exterior, teremos as múltiplas visões que nos permitirão tomar as decisões mais complexas com simplicidade, fé e humildade.

Que Deus nos conceda um novo olhar para agirmos lentamente de coração conectado para a realização do bem e da paz. Um ótimo dia!

Nenhum comentário: