terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Dois assaltantes que estavam com refém entraram em confronto com o CHOQUE e foram mortos na Capital

Com esse caso, são seis bandidos mortos em confrontos com a POLICIA MILITAR, em 24h.

Dois assaltantes morreram em confronto com policiais militares do Batalhão de CHOQUE, no começo da madrugada de hoje. A intervenção em que houve troca de tiros aconteceu quando homem, de 52 anos, era mantido refém na casa onde mora, na Rua Anhumas, no Bairro Piratininga, em Campo Grande.

Este foi o segundo episódio de enfrentamento que acabou na morte de criminosos. Na madrugada de ontem (30), quatro ladrões morreram quando tentavam furtar agência dos Correios, na Rua Arthur Jorge, no Centro da cidade. A ocorrência envolveu equipe do Batalhão de Operações Especiais (BOPE).

Sobre o último caso, segundo a polícia, homem sairia da casa, mas ao ver a viatura do Batalhão de Choque, retornou correndo e bateu forte o portão. A atitude chamou atenção dos militares que entraram na casa e ouviram: “a polícia está aí”.

Em seguida, um dos criminosos pulou muro para o lado de casa vizinha e logo surgiram disparos. Segundo policiais, o local estava escuro, os tiros foram revidados e acertaram dois ladrões. Ambos chegaram a ser levados à Santa Casa, contudo não resistiram aos ferimentos.

O morador do imóvel, de 52 anos, foi encontrado com as mãos amarradas para trás, por fio de ferro de passar roupas, em um dos quartos. Suspeita-se que dois caminhões e um carro fossem os alvos dos assaltantes. Até o registro da ocorrência, nenhum dos criminosos havia sido identificado. Com eles, havia revólveres de calibre 32 e 38.

Nenhum comentário: